Skip to main content

Tratamento de semente com diamidas: mais proteção para a soja

Saiba como o Ciantraniliprole (diamida) age no controle de pragas e entenda por que o ativo é mais vantajoso para obter uma lavoura saudável desde o início

Publicado 21-06-2021 15:50:06

Linkedin Whatsapp
Tratamento de semente com diamidas protege melhor a soja

Pragas com potencial de dano elevado e irreversível, como as lagartas, estão cada vez mais difíceis de controlar nas lavouras de soja. Por isso, proteger o estande de plantas desde o início é fundamental para alcançar o máximo potencial produtivo. Isso é possível com o tratamento de sementes, uma técnica que contribui para a melhoria na qualidade sanitária da semente, impactando o desenvolvimento e a produtividade da lavoura de soja.

Quando as sementes são tratadas com produtos eficientes e de alta tecnologia, as plantas ficam protegidas contra o ataque de insetos já nos primeiros momentos do seu desenvolvimento, favorecendo a germinação e uma emergência mais firme e forte. Para isso, a Syngenta trouxe ao mercado a diamida mais eficaz no controle de diversas pragas, como vaquinhas, corós e, especialmente, lagartas: Fortenza®.

Entre as principais características de Fortenza®, destacam-se:

  • Estande firme e forte desde o início e por mais tempo;

  • Eficiência no controle de lagartas e principais pragas iniciais;

  • Proteção superior em qualquer situação.

Como funcionam as diamidas

As contrações dos músculos dos insetos dependem da liberação controlada de cálcio intracelular, através da ativação dos receptores de rianodina. As diamidas são capazes de ativar esses receptores, causando uma liberação irregular do cálcio nas células e induzindo uma contração muscular ininterrupta, que rapidamente leva o inseto à morte.

As diamidas são um dos grupos químicos mais modernos para o tratamento de sementes. Dentro desse grupo, estão disponíveis no mercado atualmente os princípios ativos Clorantraniliprole e o Ciantraniliprole, que é uma diamida de segunda geração presente em Fortenza®. Apresenta também ação sistêmica contra insetos sugadores, além do tradicional efeito sobre desfolhadores.

Vale lembrar que são as características de cada um desses princípios ativos que diferenciam as soluções que eles compõem em relação ao controle de pragas, à manutenção do estande e à produtividade.

 

Como Ciantraniliprole age no controle de pragas da soja

Fortenza®: inseticida com Ciantraniliprole para tratamento de sementes

O Ciantraniliprole (CYNT), ativo presente exclusivamente em Fortenza® (600 g i.a/L), é a melhor diamida disponível no mercado por apresentar uma série de vantagens em relação aos demais princípios ativos pertencentes a esse grupo químico. Ela apresenta amplo espectro de ação, sendo eficiente no controle de uma variedade de pragas iniciais da soja, como:

  • Corós (Liogenys fuscus);

  • Helicoverpa (Helicoverpa armigera);

  • Lagarta-das-folhas (Spodoptera eridania);

  • Lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis);

  • Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus);

  • Lagarta falsa-medideira (Pseudoplusia includens);

  • Lagarta-rosca (Agrotis ipsilon);

  • Mosca-branca (Bemisia tabaci);

  • Tamanduá-da-soja (Sternechus subsignatus);

  • Vaquinha-verde-amarela (Diabrotica speciosa).

O grande destaque da solução está no seu potencial de sistemicidade e solubilidade: Fortenza® é 14 vezes mais solúvel do que outras diamidas. Estudos investigaram a absorção radicular e a translocação de Ciantraniliprole nas plantas e mostraram que, na cultura da soja, houve maior absorção nas raízes e maior translocação para os trifólios com Fortenza®, quando comparado ao Clorantraniliprole. As diferenças foram ainda mais evidentes quando os produtos foram submetidos ao estresse hídrico.

Ciantraniliprole versus Clorantraniliprole

Esse resultado demonstra que o produtor terá mais segurança na lavoura por conta de uma maior proteção do estande e um maior controle de pragas, mesmo nos períodos críticos com déficit hídrico. Sendo assim, Fortenza® precisa de menos umidade no solo para ser translocado para a parte aérea da planta, promovendo uma rápida absorção e ação, com alta performance assegurada em qualquer condição climática, faça chuva ou faça sol!

Além disso, o Ciantraniliprole também oferece o melhor efeito residual do mercado, mantendo o seu potencial de controle por mais tempo e reduzindo qualquer dano causado pelas pragas no período mais crítico da lavoura.

 

Veja também:

Por que utilizar Fortenza® no tratamento de sementes?

Hoje em dia, o agricultor realiza um investimento considerável na compra de sementes – e é preciso protegê-las por meio do tratamento de sementes, a fim de que a cultura alcance o seu teto produtivo. Dessa forma, utilizar sementes tratadas é sinônimo de proteção do estande e do investimento do agricultor. Em estudos realizados durante diversas safras pela equipe técnica da Syngenta, foi identificado que perder 1 planta por metro pode representar o detrimento de 4 a 6 sacas/ha.

Por exemplo: para uma cultivar de soja plantada em determinada região, são necessárias 12 plantas/m para obter uma produtividade de 70 sc/ha. Nesse cenário, perder 1 planta/m representa aproximadamente 8,3% do estande de plantas, o que pode representar uma redução de até 5,8 sc/ha. Em média, utilizando esses cálculos, os prejuízos da perda de 1 planta de soja/m podem superar R$900,00/ ha (base de R$160/saca de soja).

Se o produtor quiser contornar a situação através da quantidade de sementes, ele também terá o aumento direto de custo. Ao elevar de 12 para 13 o número de sementes/m, haverá um acréscimo de cerca de 8,3% de custo, sem contar que o risco de perder plantas por pragas permanecerá igual, pois é necessário realizar o tratamento de sementes.

Os benefícios proporcionados por Fortenza® na fase inicial da soja são traduzidos em maior produtividade na colheita, como mostra o resultado:

 

Benefícios de Fortenza®

Com controle superior de um amplo espectro de pragas iniciais, aliado ao seu efeito residual prolongado, Fortenza® realiza a manutenção do estande de plantas, protege o estabelecimento da cultura de soja e viabiliza a maior expressão do potencial produtivo da lavoura, promovendo um retorno sobre o investimento do agricultor.

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta