Skip to main content

Produção citrícola: expectativa de custos para safra 2021/22

Alta no dólar está entre fatores que contribuíram para alta e que podem apertar fluxo de caixa nesta temporada

Publicado 09-08-2021 21:59:30

Linkedin Whatsapp
Laranjas

Os custos de produção citrícola paulista seguem em alta em termos nominais e os gastos da safra 2021/22 devem superar os da temporada anterior. O dólar elevado, da mesma forma que favorece os valores pagos aos produtores, encarece importantes insumos da atividade e também os combustíveis, impactando sobre operações mecânicas e fretes. 

Os Projetos 1 e 2, apresentados abaixo e exemplificados na edição de maio da revista Hortifruti Brasil, representam duas fazendas que, na visão de consultores, tinham características de produção adequadas às novas realidades no controle do HLB (greening) e que negociam com a indústria.

Os aspectos que diferenciam essas fazendas frente a uma com modelo mais tradicional de produção são: 

  • a maior escala de produção;
  • o maior adensamento;
  • erradicação de plantas sintomáticas;
  • replantio;
  • calendário de pulverizações e bordadura bastante intenso. 

Esse calendário de pulverização e atividades mais frequentes, por sua vez, influenciam as altas nos gastos com insumos e operações mecânicas/fretes calculados para a temporada 2021/22.

O Projeto 1 representa a produção de laranja na região centro-sul do estado de São Paulo, com cultivo em sequeiro e adensamento moderado. O Projeto 2 representa uma propriedade irrigada no norte do estado paulista e que tem adensamento maior.

 

Tabela de custos

Fonte: HFBrasil

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta