Skip to main content

Milho: lavoura sem doenças e com incremento de produtividade

Veja como controlar as doenças do milho com o fungicida que apresenta resultados superiores e o melhor retorno sobre investimento do mercado

Publicado 28-06-2021 16:02:18

Linkedin Whatsapp
Lavoura de milho sem doenças

A cada ano, o milho safrinha tem registrado um aumento na área produtiva com ótimas oportunidades de crescimento devido aos bons números apresentados nas últimas safras, principalmente nas exportações.

Com a grande representatividade no cenário agronômico, o milho safrinha vem se tornando cada vez mais rentável ao produtor, sobretudo com o grande avanço tecnológico que impulsionou os resultados expressivos da cultura nos últimos anos.

Entretanto, um dos desafios que o agricultor enfrenta é o aumento da incidência de doenças provocadas pelas mudanças climáticas e pela grande expansão da fronteira agrícola.

As principais doenças do milho

Causadas por fungos, as doenças foliares da cultura do milho provocam redução da área foliar, interceptação da radiação solar e, consequentemente, menor atividade fotossintética da planta, o que leva à perda de produtividade se não forem controladas a tempo.

Entre as principais doenças que atacam o milho, estão:

  • Mancha-de-phaeosphaeria ou mancha branca

(Phaeosphaeria maydis): tem distribuição generalizada nas folhas, com manchas de coloração inicialmente verde-clara que evoluem para pequenas manchas brancas de aspecto seco, podendo reduzir a produtividade da lavoura.

Mancha branca

  • Cercosporiose

(Cercospora zeae-maydis): o tecido foliar das plantas apresentam manchas amareladas retangulares e, à medida que se desenvolvem, ficam marrom-escura, levando à necrose das folhas.

Cercosporiose

Para controlar o ataque desses patógenos, é necessário que o produtor monitore o aparecimento das doenças e escolha um fungicida eficaz para o manejo, impedindo grandes prejuízos à produtividade e à rentabilidade da lavoura.

Controle de doenças e incremento em produtividade

Se controle de doenças é o X da questão, Priori Xtra é a solução. O fungicida sistêmico desenvolvido pela Syngenta é a melhor opção no manejo de doenças e proporciona um incremento à produtividade através de efeitos fisiológicos às plantas e à espiga.

Priori Xtra apresenta resultados superiores, com o melhor retorno sobre o investimento se comparado a outros fungicidas disponíveis no mercado.

Ana Carolina Moncagatti, ATV Syngenta, e Diogo Aiaga, CTC Cocamar, compararam na prática, em uma mesma lavoura, os resultados do uso de Priori Xtra com as outras soluções. Confira:

Além disso, Priori Xtra proporciona:

  • Amplo espectro: eficiente contra as principais doenças;
  • Controle superior: dois modos de ação - protege as folhas da planta e espiga;
  • Eficiência: sistemicidade e rapidez na translocação.

Não deixe que doenças e outras ameaças atrapalhem a produtividade da sua lavoura. A Syngenta conta com um portfólio completo de produtos para auxiliar o produtor no melhor manejo no campo, do início ao fim do ciclo.

NAO TEM SEGUNDO BANNER

Conteúdos Relacionados

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta