Skip to main content

Algodão brasileiro: iniciativas do setor fortalecem a cultura

A rastreabilidade do cultivo faz parte do programa SouABR que tem a Syngenta como apoiadora. A ação dá visibilidade à cadeia produtiva do algodão, da lavoura ao consumidor final

Publicado 30-11-2021 16:43:46

Linkedin Whatsapp
SouABR

O algodão é fundamental na vida de todos nós. Além da fibra, que está presente na fabricação de vários itens que usamos diariamente, o algodão gera importantes subprodutos, como biodiesel, óleo, farelo para alimentação animal e outros.

Já no ramo têxtil, o algodão vem se revelando uma das opções mais sustentáveis para a produção de tecidos, por ser uma alternativa biodegradável, diferentemente das fibras sintéticas.

Assim, o produto em si já é menos prejudicial ao meio ambiente, se comparado a outras opções que a indústria oferece. Ademais, a tecnologia que está envolvida no processo de produção do algodão leva o Brasil a se destacar no quesito sustentabilidade, seguindo pilares de boas práticas ambientais, sociais e econômicas.

Observe alguns dados interessantes sobre esse tema:

  • Na safra 2019/2020, 92% das lavouras foram conduzidas em regime de sequeiro. A cotonicultura brasileira praticada nos últimos anos encontrou soluções para produzir usando apenas a água da chuva. Isso significa que o plantio é feito em épocas favoráveis à chuva e a colheita é feita já no período mais seco.

  • 81% da safra brasileira do início de 2021 foi certificada.

  • 38% de todo o algodão certificado no mundo tem fazendas brasileiras como origem.

  • O Brasil continua sendo o quarto maior produtor de algodão do mundo e o segundo maior exportador da fibra.

De acordo com Marcio Portocarrero, diretor executivo da Abrapa, em entrevista concedida à Embrapa no Dia Mundial do Algodão deste ano, a produção de algodão gera mais de US$ 19 bilhões ao PIB nacional, empregando mais de 79 mil pessoas no processo de produção e movimentando uma massa salarial de US$ 787 milhões. Além disso, a cadeia têxtil é a segunda maior geradora de empregos no Brasil.

Iniciativas que apoiam todos os elos da cadeia

O algodão é uma das principais culturas para o agronegócio brasileiro, elevando o país em qualidade e excelência de produção. A Syngenta, preocupada não somente com o cotonicultor no campo, mas também com todos os elos da cadeia produtiva, tem fortalecido laços e apoiado grandes iniciativas para colaborar com um planeta cada vez mais sustentável. Exemplo disso é o movimento Sou de Algodão.

Concretizado pela Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), o movimento Sou de Algodão nasce em 2016, partindo de uma ideia formada por toda a cadeia envolvida – desde os trabalhadores têxteis, passando por grandes marcas, varejistas e estudantes, até chegar ao consumidor final.

É um movimento único no Brasil, que tem como objetivo promover o consumo consciente e aumentar a participação da fibra na indústria da moda. O movimento Sou de Algodão já financiou várias coleções anuais de moda em algodão, inclusive no São Paulo Fashion Week e também na Casa de Criadores, superando em 2021 o número de mais de 720 marcas parceiras dentro do movimento.

Programa SouABR

De acordo com Silmara Ferraresi, gestora do movimento: “Hoje já estão conosco grandes marcas do varejo, fiações e tecelagens respeitadas. Contamos também com mais de 40 estilistas parceiros e temos uma ação focada em parceria com universidades de moda.” Ela afirma que os estudantes de moda serão os responsáveis por ditar os parâmetros do setor nos próximos anos, por isso a necessidade de informar e conscientizar sobre os tipos de tecidos que podem ser produzidos e os benefícios do algodão como fibra.

Vale dizer que todas as peças do movimento usam, no mínimo, 70% de algodão em sua composição, sendo que 100% dessa fibra natural presente no produto tem certificação socioambiental.

Ele une e valoriza os profissionais da cadeia do algodão, conversa com o consumidor final por meio de ações, conteúdos e parcerias com marcas do ramo da moda e conta com o apoio de empresas renomadas, como a Syngenta.

Ainda segundo Ferraresi, durante uma pesquisa realizada nos anos de 2014 e 2015, notou-se que o conhecimento do público se limitava a definir a fibra como algo natural, fofinho e comum, o que não refletia as reais características deste que é um dos produtos nacionais com maior representatividade no exterior.

O consumidor final não tinha a menor noção do quanto o algodão brasileiro tem em tecnologia e investimento por trás dele”, lembra Ferraresi.

Ainda ressalta a importância que a indústria e o mercado nacional têm para a associação, inclusive pelo seu comprometimento com a economia nacional: “O Sou de Algodão vem em busca do apoio da indústria nacional. Por exemplo, no Brasil, o algodão tem participação na indústria de 50% a 54%. Já comparado ao mercado mundial, está em torno de 23%, somente. Portanto, a fibra sintética acabou ocupando muito mais espaço no mercado mundial de fibras em si do que propriamente no mercado brasileiro.”

Ela reforça que, com as ações de incentivo e o apoio à cadeia produtiva como um todo, a probabilidade de crescimento e a retomada de um patamar interessante no mercado brasileiro é bastante possível.

O mês de outubro de 2021 foi de grande importância para o setor algodoeiro. Além de celebrar a data a nível mundial, a Abrapa comemorou cinco anos do movimento Sou de Algodão e lançou o mais novo programa da associação: SouABR.

Mais detalhes sobre o SouABR

No dia 07 de outubro data em que é celebrado o Dia Mundial do Algodão a Abrapa, a partir do movimento Sou de Algodão, lançou o programa SouABR (Algodão Brasileiro Responsável), com o apoio da Syngenta e empresas da cadeia produtiva. A proposta é rastrear o caminho percorrido pela fibra, desde a sua colheita até o produto final, dando visibilidade a todo o processo diante do consumidor.

Logo SouABR

Essa é mais uma inovação exclusiva do nosso país, pois o SouABR é o 1° programa de rastreabilidade por blockchain da indústria têxtil do Brasil. Em desenvolvimento há mais de um ano, tem como principal objetivo oferecer transparência ao consumo de moda e incentivar escolhas mais conscientes.

Esse programa é a primeira iniciativa em larga escala que rastreia toda a cadeia produtiva de uma peça de roupa, dando ao consumidor a garantia de obter uma matéria-prima com responsabilidade socioambiental.

A seguir, conheça mais sobre o programa SouABR:

Ilustração

Até o momento, a marca Reserva é a que entrega rastreabilidade completa. Com a tag SouABR, por meio do QR Code, o consumidor terá a certeza de que o algodão presente naquela peça de roupa tem a certificação socioambiental Algodão Brasileiro Responsável (ABR), que concede à indústria o envolvimento dos produtores com a sustentabilidade.

Infográfico

A Syngenta apoia essa causa!

A Syngenta desempenha um papel crucial nessa cadeia produtiva, sem deixar de lado os cuidados socioambientais. Com isso, incentivamos e apoiamos grandes projetos que prezam pela produção máxima nas lavouras de maneira sustentável e consciente.

Em 2019, a Syngenta se tornou parceira do movimento Sou de Algodão e todo o engajamento em torno desse movimento ao longo dos anos levou a empresa a ser apoiadora do programa SouABR em 2021, tendo cada vez mais a certeza de que é possível produzir preservando o meio ambiente e promovendo a sustentabilidade no agro brasileiro.

A Syngenta é uma empresa líder no segmento agrícola e tem como ambição ajudar a nutrir o mundo e cuidar do planeta. Por meio de parcerias, colaborações e alinhando-se ao The Good Growth Plan, o Plano de Agricultura Sustentável, a empresa se compromete a promover a produtividade nas fazendas, resgatar terras degradadas, colaborar com a biodiversidade e atuar em prol da qualidade de vida nas comunidades rurais.

Para o gerente de Algodão Brasil, da Syngenta, Márcio Trento, a cultura do algodão possui um papel de extrema importância para a sociedade.

“O processo produtivo da pluma segue os mais altos padrões recomendados pelos principais órgãos e institutos reguladores do mercado. E o movimento Sou de Algodão consegue traduzir o quão presente o algodão está em nosso dia a dia. Isso nos dá a visibilidade da importância e da relevância desta fibra em nossas vidas”, conclui.

Assim, é evidente que, para a Syngenta, oferecer soluções que suportem a qualidade da fibra, bem como a sustentabilidade da cultura, é garantir a longevidade do algodão brasileiro. Hoje, a empresa oferece um portfólio robusto de produtos e serviços que contribuem com o cotonicultor em todos os momentos de sua jornada.

A Syngenta está ao lado do produtor rural em todos os momentos, com o objetivo de impulsionar o agronegócio brasileiro com qualidade e inovações tecnológicas.

Acesse o portal da Syngenta e acompanhe os artigos do Mais Agro para saber tudo o que está acontecendo no campo!

Conteúdos Relacionados

Quer receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se e fique por dentro das novidades sobre produtividade.

Canais Syngenta